RSS
YouTube
Facebook
Twitter
NOTÍCIAS

24.07.19   |   Economia

Na prévia da inflação, preço de combustível cai, energia elétrica e gás sobem

Divulgação

http://ftmrs.org.br/images/201907241336570.jpg

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), “prévia” da inflação oficial, foi de 0,06%, em junho, para 0,09% neste mês, segundo informou o IBGE nesta terça-feira (23). Com isso, está acumulado no ano em 2,42%. Em 12 meses, vai a 3,27%, abaixo do período imediatamente anterior (3,84%).

De acordo com o instituto, o grupo Transportes teve a maior influência no resultado, com variação de -0,44% e impacto de -0,08% percentual. Do lado das altas, Habitação subiu 0,43% e representou 0,04 ponto no mês.

No primeiro grupo, o IBGE destaca a queda nos preços dos combustíveis (-3%). A gasolina recuou 2,79% em julho e representou impacto de -0,12 ponto, enquanto o etanol voltou a cair (-4,55%), com menos 0,04 ponto. Também tiveram diminuição o óleo diesel (-1,59%) e o gás veicular (-0,49%), após altas em junho.

Ainda em Transportes, a tarifa de ônibus urbanos subiu em média 0,38% e a dos intermunicipais, 0,08%. O interestadual subiu mais, 2,56%. As passagens aéreas tiveram aumento de 18,10%, com 0,07 ponto de impacto.

Já o item energia elétrica teve aumento de 1,13%, mais do que em junho, e registrou a sexta alta seguida. O gás encanado subiu 4,01% e a taxa de água e esgoto, 1,50%.

Grupo de maior peso na composição do índice, Alimentação e Bebidas teve ligeira alta, de 0,03%, após queda de 0,64% em junho. O IBGE destaca os aumentos de batata inglesa (8,30%) e cebola (12,81%), que representaram 0,02 ponto cada. Caíram os preços de feijão carioca (-12,47%), frutas (-1,22%) e leite longa vida (-0,96%).

Saúde e Cuidados Pessoais subiu menos (de 0,54% para 0,34%). Mas, com alta de 0,80%, o plano de saúde contribuiu com 0,03 ponto no resultado do mês. E Despesas Pessoas foi de 0,11% para 0,48%, com aumentos em preços de serviços, como cabeleireiro (0,82%), empregado doméstico (0,24%) e manicure (0,25%).

Entre as regiões pesquisadas, duas tiveram deflação: o município de Goiânia (-0,19%) e a Grande São Paulo (-0,06%). O maior resultado foi apurado na região metropolitana do Rio de Janeiro (0,26%).

Os resultados do IPCA e do INPC deste mês serão divulgados em 8 de agosto.

Fonte: Rede Brasil Atual

Sindicatos filiados
Boletim informativo. Cadastre-se!
Redes sociais e Feed
RSS
YouTube
Facebook
Twitter
Abrir
Rua Voluntários da Pátria, 595, 10° andar, sala 1007
Centro - Porto Alegre - RS
51 3085.7513 - 3228.4877 - 3228.4821 - 9976.3954
ftmrs@ftmrs.org.br

Mapa de localização
© Copyright 2019 Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos RS     |     Desenvolvido por Desize