RSS
YouTube
Facebook
Twitter
NOTÍCIAS

11.10.18   |   Geral 2018

FTM-RS ressalta importância da campanha Outubro Rosa

Reprodução

http://ftmrs.org.br/images/201810111359170.jpg

Dados mostram que ao ser descoberta no início, há 95% de probabilidade de recuperação da doença

Como é de costume, desde a década de 90, o mês de outubro fica mais rosa na luta pela prevenção do câncer de mama. A Federação dos Metalúrgicos do RS (FTM-RS) destaca a importância da campanha, que tem por objetivo alertar as mulheres sobre a necessidade do diagnóstico precoce da doença.

Para a diretora da FTM-RS e metalúrgica da GKN, de Porto Alegre, Vanessa Saldanha Fonseca, a campanha é necessária para esclarecer as mulheres sobre a importância da prevenção e da realização de exames periódicos.

"Muitas vezes, acabamos deixando para depois uma consulta médica e essa campanha nos lembra dos compromissos com a nossa saúde", acredita. Vanessa ressalta ainda que o Outubro Rosa leva para a sociedade o debate e a conscientização sobre a saúde da mulher.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), a estimativa é de 57 mil novos casos por ano em mulheres cada vez mais jovens. Porém, quanto mais cedo o diagnóstico, maiores são as chances de cura. De acordo com a instituição, quando o câncer é descoberto no início há 95% de probabilidade de recuperação total. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer é o mais frequente nas mulheres das regiões Sudeste, Sul, Centro-Oeste e Nordeste.

Autoexames e mamografias devem fazer parte da rotina de todas as mulheres e, junto com o incentivo aos exames, o Outubro Rosa tem oportunizado debates, seminários e eventos, o que contribui para divulgar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença.

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma. Os tumores da região também acometem homens, porém são raros, representando apenas 1% do total de casos diagnosticados.

Prevenir escândalos como Pelotas

Em julho deste ano, o Ministério Público do Rio Grande do Sul iniciou uma série de investigações para apurar fraudes nos exames de pré-câncer realizados no município de Pelotas, na gestão do ex-prefeito Eduardo Leite e da atual prefeita Paula Mascarenhas, ambos do PSDB.

Médicos e enfermeiros da Unidade Básica de Saúde (UBS) Bom Jesus denunciaram o laboratório responsável pela execução dos exames. Segundo vários profissionais, tais exames foram analisados por processo de amostragem, contemplando apenas uma pequena parcela dos testes realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De uma amostragem de 500 casos, apenas cinco eram analisados.

Fonte: FTM-RS com informações da CUT-RS e INCA

Sindicatos filiados
Boletim informativo. Cadastre-se!
Redes sociais e Feed
RSS
YouTube
Facebook
Twitter
Abrir
Rua Voluntários da Pátria, 595, 10° andar, sala 1007
Centro - Porto Alegre - RS
51 3085.7513 - 3228.4877 - 3228.4821 - 9976.3954
ftmrs@ftmrs.org.br

Mapa de localização
© Copyright 2018 Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos RS     |     Desenvolvido por Desize